Começando o dia!

Para começão o dia, o poema que tentei escanear e não deu, vai digitado mesmo (no papel ficou mais legal):

Poetas grandes e menores
Acompanhado de trocadilho e métrica ruim

É relativamente fácil descrever um poeta, basta ler todos os poemas dele, analisá-los um a um e dar o veredicto.
Veredicto do latim “Veredictum”, “verdadeiramente dito”, então cuidado, pois se errar no veredicto, não será mais verdadeiramente dito.
Poetas são assim, ora escrevem em posa
Ora em versos

Ora muda de estrofe
E de repente bagunça todo o papel

Poeta ora escreve com métrica
Poeta ora escreve sem métrica
Nenhuma

E volta para a prosa, se deliciando em palavras simples, e tentando criar um texto formidável.
E poeta não escolhe a hora de usar parágrafo, nem a hora de escrever certo, vai saindo tudo assim, bem jogado.
Há poetas que trabalham por dias em um poema, há poetas como eu, que não escreve poemas.

Então como definir um poeta?
E poesia, tem definição?

Poeta gosta de ver a folha cheia, poeta é assim mesmo, todo escrevedor e inventor de palavras, poeta nem sabe o que faz, por isso digo que não escrevo poesia.
Há poetas e poetas, desde os grandes aos menores, Vinicius e Manuel eram menores, eu sou grande.
Tem poeta que recita, poeta que canta, poeta que le e critica e poeta que faz tudo isso
Mas ainda não sei, o que é um poeta?
E o que é uma poesia?

Ponto final, dessa vez escrito e acompanhado de vírgula

Advertisements

No jeitinho do poeta

Quando comecei a escrever, os poemas que falavam de poemas se mostraram um forte meu, embora parei de escreve-los, para não ficar repetitivo, posto um antigo aqui, o título é “No jeitinho do poeta”, espero que gostem:

Sem ter impulso poético algum
Decido arriscar alguns versos
Como sempre faço
Decido então completar a estrofe

Ao iniciar a segunda estrofe
Talvez seja hora de chingar o burguês
No terceiro verso talvez eu fale do amor
Formidável o amor no último verso da segunda estrofe

Na terceira estrofe eu completo o poema
Falando de qualquer coisa
Geralmente com um final impactante
É que eu paro de escrever

 

Poetas que recitam poesia

Nesse blog há uma série onde procuro poetas famosos recitando poesias próprias ou de outros poetas.
Terá uma categoria só para a série, para facilitar a localização, basta que cliquem no link “Poetas que recitam poesias” no menu “Categorias”.
O título será sempre “Poetas que recitam poesia #x”, onde x é o número do “post episódio” da série, espero achar materiais legais sempre!

Observação:  não há um período definido para o post da série, com o tempo creio que ficará mais difícil, mas tentarei fazer por agora, quase que diário, e depois, quase que semanal.