Poetas que recitam poesia #4

Para hoje, Bethânia recita Moraes e Jobim:

Achei simplesmente magnifico, sempre admirei “Monólogo de Orfeu”. Vale ressaltar que essa versão é uma adaptação de Jobim e Moraes!

Compostos

Mais um de meus poemas líricos:

Os versos quase não saem
Minhas palavras acabaram
Eu nem sei mais como dizer isso de modo não clichê
Só sei que a frase já se repetiu umas quinhentas vezes só em poemas

Nem concordância verbal mais eu consigo ter
Usar o meu português falho parece covardia
Mas a inspiração ainda persiste
E o meu amar, sempre será o bastante

De versos e estrofes se compõe um poema
De palavras se compõe um verso
E de frases se compõe uma estrofe
Sabe-se lá o que se compõe o amor

Sei que sinto tanto ele
Que o meu ser é de puro dele
E o meu corpo de puro seu
Eu sei do que sou composto

Sou composto de amor
De amor por você
E caindo no clichê como sempre
Termino falando que só o que sinto
É amor, e que tudo o mais se resume

Mas e o nosso amor, do que é composto?
É composto de confiança? De intrigas? De beijares sensuais?
O nosso amor, é composto de amor

Os poemas podem ser compostos de versos e estrofes
E as estrofes, de frases
E versos, de palavras
Mas esse aqui, é composto, estrofes, versos e poema
Só e somente, de amor.

Poetas que recitam poesia

Nesse blog há uma série onde procuro poetas famosos recitando poesias próprias ou de outros poetas.
Terá uma categoria só para a série, para facilitar a localização, basta que cliquem no link “Poetas que recitam poesias” no menu “Categorias”.
O título será sempre “Poetas que recitam poesia #x”, onde x é o número do “post episódio” da série, espero achar materiais legais sempre!

Observação:  não há um período definido para o post da série, com o tempo creio que ficará mais difícil, mas tentarei fazer por agora, quase que diário, e depois, quase que semanal.