Metamorfose

O poeta muda, mas nunca larga o lirismo! Contemplem:

Metamorfose

Até mesmo o coração mais de
pedra
Amolece perante um lindo
sorriso

Até mesmo o homem mais
rígido
Se torna bondoso perante um
gracejo

Até mesmo o mais sem
sentimento
Se deslumbra com um sensual
rebolar

O mais lutador
Abaixa a espada
O mais frio
Se torna quente
O mais parado
Se torna um sambista nato

Gracejos, rebolares, olhares
Uma mulher transforma um homem
E eu, fui transformado
Não, não por uma mulher
Mas pela melhor
A do melhor sorriso
A do melhor gracejo
A do melhor rebolar
Mas principalmente,
a do melhor olhar!

One response to “Metamorfose

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s