Creio!

Eu acredito em um mundo melhor, bobeira talvez, tolice, mas acredito, e meu sonho é trabalhar com a educação, o mais incrível de tudo isso é a reação das pessoas ao meu expor, e não, não é de admiração, tudo que ouço é um: “mas ganha tão pouco”.
Sim ganha tão pouco, afinal, pouco vale formar médicos, engenheiros, artistas e até mesmo, outros professores. Qual o valor de tudo isso? Uma pitada de ironia e um texto sem classificação literária?
Eu respondo o valor de tudo isso e você tem minha autorização para chamar de tolice, mas o valor é fazer a diferença, é encontrar um aluno no futuro e ouvir um “obrigado” e mesmo que ele não se lembre, vale o meu reconhecimento sobre a minha pessoa, vale o “eu saber”, vale a gratificação que eu terei sobre mim mesmo!
Eu não sei se isso é um poema, uma crônica não é, muito menos uma dissertação, mas é uma prosa, quase que um diário em algumas linhas, é um confessionário de ideias sobre o porque de eu ter escolhido o caminho da educação.
Eu fui e sou um artista, mágico poeta, poeta escritor e até ator, mas o que serei e está decidido, nada mais é do que um professor.

One response to “Creio!

  1. Uma “crônica confessional” ashuashushush Entendo o que quis dizer, é como querer plantar sementes no coração dos outros, poder somar. Os professores merecem mais da sociedade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s