Soneto da coragem

Eis meu novo ser, eis minha volta definitiva, eis…

Soneto da coragem

Minhas palavras são canivetes
Contra seu escudo de papel
E é um escudo de aço
Inspiradas a defender suas ondas cortantes

E eu lutarei até morrer
Violência não, não violência
Minhas letras são a essência
Que ajudam a me defender

Se isso é contra a minha religião?
Meu senhor não me ensinou a abaixar a cabeça
E eu sou um lutador em busca de inspiração

Eu sou um lobo a procura de uma presa da vida
Enfrentando cada passo apesar de cada ferida
Caminhando, apesar de tudo, com a cabeça erguida

2 responses to “Soneto da coragem

  1. Há uns dias atrás estava pensando na raízes da coragem, a verdadeira, que existe dentro de nós e que as vezes parece desaparecer, por descuido. Consegui vê-la agora, sem violência, uma busca fugaz por inspiração *.* Adoreii…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s